Reblogado de Find you...
juipiter:

⠀

juipiter:

Reblogado de Maktub
Borboletas no estômago é um baita eufemismo para o que eu sinto quando estou perto de você. É algo mais parecido com a sensação apavorante de estar em uma montanha russa, sua velocidade parece com a rapidez na qual eu me apaixono pelos seus olhos mais uma vez. Sim, mais uma vez. Perdi a conta de quantas vezes meu coração arruína o ritmo da batida e sai de controle. E também das vezes em que ele quebrou. Tudo por você. E mesmo que eu parta para longe ou consuma outros amores, minha mente ainda será um pertence seu. Eu ainda me pergunto como você me conquistou de forma tão profunda. Quer dizer, seus lábios sempre me foram convidativos, gostei de primeira do seu modo elétrico de se mover e vejo detalhes que nunca veria em mais ninguém. Talvez esses sejam os motivos. Eu não sei se você se sente da mesma forma em relação a mim, mas isso não muda nada. Eu poderia virar as costas toda vez que você entrasse na minha frente, mas ainda sim eu começaria a tremer de leve só de imaginar sua presença. Eu poderia berrar por horas que não sinto nada por você, mas cada grito soaria estupidamente falso. E eu não quero fazer nada disso. Minha pele anseia seu toque, meus dedos têm o gostoso desejo de passear pelo seu corpo. Meus braços tem a eminente vontade de permanecer ao seu redor, como se tivessem sido criados para isso. E bom, quem sabe eles não tenham essa função?
Eufemismo mesmo é dizer que eu amo você.  (via expurgar)
Reblogado de Find you...
Borboletas no estômago é um baita eufemismo para o que eu sinto quando estou perto de você. É algo mais parecido com a sensação apavorante de estar em uma montanha russa, sua velocidade parece com a rapidez na qual eu me apaixono pelos seus olhos mais uma vez. Sim, mais uma vez. Perdi a conta de quantas vezes meu coração arruína o ritmo da batida e sai de controle. E também das vezes em que ele quebrou. Tudo por você. E mesmo que eu parta para longe ou consuma outros amores, minha mente ainda será um pertence seu. Eu ainda me pergunto como você me conquistou de forma tão profunda. Quer dizer, seus lábios sempre me foram convidativos, gostei de primeira do seu modo elétrico de se mover e vejo detalhes que nunca veria em mais ninguém. Talvez esses sejam os motivos. Eu não sei se você se sente da mesma forma em relação a mim, mas isso não muda nada. Eu poderia virar as costas toda vez que você entrasse na minha frente, mas ainda sim eu começaria a tremer de leve só de imaginar sua presença. Eu poderia berrar por horas que não sinto nada por você, mas cada grito soaria estupidamente falso. E eu não quero fazer nada disso. Minha pele anseia seu toque, meus dedos têm o gostoso desejo de passear pelo seu corpo. Meus braços tem a eminente vontade de permanecer ao seu redor, como se tivessem sido criados para isso. E bom, quem sabe eles não tenham essa função?
Eufemismo mesmo é dizer que eu amo você.  (via expurgar)
Reblogado de Find you...

patriciaflamboyant:

seravatnosrednas:

tastefullyoffensive:

Spidercat kisses. [x]

THE TIMING. OH TUMBLR.

hOLY FUCK YOU GOTTA BE KIDDING ME

Reblogado de
fuckedyouup:

sarahvisualart:

movingthestill:

Title: For youArtist: Pamela Duenas Wood

This is so beautiful like w o w

WOW

fuckedyouup:

sarahvisualart:

movingthestill:

Title: For you
Artist: Pamela Duenas Wood

This is so beautiful like w o w

WOW

Reblogado de m0rtality